Buscar

7 DICAS PARA ENCONTRARES O MELHOR MESTRADO PARA TI

Atualizado: 12 de Jun de 2020


1.Gestão financeira

“Quanto dinheiro vou gastar durante o meu Mestrado?”. Esta é uma pergunta que deves colocar sempre. Fazer um Mestrado pode não sair barato e precisas de ter atenção às contas. Recomendamos que faças uma lista (transportes, alimentação, aluguer do quarto, etc.) e prevejas os gastos que podes vir a ter na cidade que escolheres. O valor das propinas também varia entre instituições que por norma são mais elevadas no 2º ciclo de estudos. Pensa igualmente nos apoios que vais ter desde bolsa de estudo ao apoio financeiro da tua família. Tens também como opção a procura de um part-time compatível com o teu horário.



2.Explora o que o mestrado tem para oferecer

Deves ter em atenção a estrutura dos diferentes Mestrados. Verifica, por exemplo, se é um Mestrado mais generalizado ou específico. Aconselhámos que vejas o plano curricular de cada um e analises detalhadamente o plano de cada disciplina, pois podes chegar à conclusão o que não era o que idealizaste inicialmente. Se for o caso, continua a procurar o Mestrado que mais se adequa a ti.



3.Acreditação do curso

Ao analisar as fichas de descrição do Mestrado nem sempre damos conta que existem documentos de acreditação do curso disponíveis para visualização. Estes correspondem a uma avaliação feita por peritos das respetivas condições da instituição, do curso, da comunidade docente e não-docente, etc. Têm informação extremamente relevante, visto que divulgam os pontos positivos assim como falhas que te podem ajudar na hora de decidir.



4.Lista de conteúdos

Quando tens interesse em várias áreas de Biologia pode ser difícil escolher uma. Recomendamos que faças uma lista das unidades curriculares e dos conteúdos que mais te agradaram durante a licenciatura. De seguida, compara os mesmos com os planos curriculares dos Mestrados que te interessam. Verás que terás uma ideia mais clara do que queres seguir.



5.Arrisca ao saíres da tua zona de conforto

Não descartes a ideia de te deslocares para outra cidade. Ir estudar para outra Universidade pode ser uma decisão difícil de tomar, mas saíres da tua zona de conforto pode trazer-te muitos benefícios. Será um novo desafio que poderá enriquecer a tua rede de contactos e permitir-te assimilar novas formas de aprendizagem, mas também diferentes atividades extra-curriculares, apoios sociais, etc. Salientamos que também não deves rejeitar a ideia de ficares na mesma Instituição. Tudo depende do teu parecer em relação ao que pode ser mais benéfico para ti no futuro e ao que a instituição te pode oferecer.



6.Compara as Instituições, Docentes e Investigadores

A instituição que te vai acolher é um fator importante a ter em conta. Verifica a reputação da mesma, se tem um papel ativo na investigação e no mercado de trabalho. Faz o apuramento da existência de acordos com empresas, laboratórios locais, nacionais ou até mesmo internacionais. Procura o perfil de investigadores e professores das diferentes Instituições, porque poderás encontrar quem trabalhe ou lecione numa área que pretendas seguir no futuro.



7.Decisão final

Finalmente, avalia as tuas opções e toma uma decisão.

Se continuares indeciso após todas estas dicas, aconselhamos que faças uma lista com os prós e contras de cada Mestrado do teu interesse, tendo em conta todos os aspetos mencionados anteriormente. Conversar com estudantes ou ex-estudantes do Mestrado é uma opção viável e benéfica, eles podem ajudar na decisão final, visto que melhor do que ninguém eles saberão responder às tuas dúvidas.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo